UMA ANÁLISE EM DOIS PONTOS DO CALVINISMO



Os cinco pontos do calvinismo:

Depravação Total
Eleição Incondicional
Expiação Limitada       
Graça Irresistível
Perseverança dos Santos

- Expiação Limitada -

Segundo a regra calvinista da Expiação Limitada, nem todos os homens podem nascer de novo, pois Jesus só morreu por alguns. Contudo, Jesus quando esteve no Templo, foi bastante claro em sua aula de Soteriologia ao dizer que, se alguém ou “qualquer um” que tivesse sede, deveria ir a Ele,"Se alguém tem sede, venha a mim e beba." (Jo 7:37 ARA). 

 Esse “alguém”, que vem do grego (τιςτι), é um pronome usado para introduzir um membro de uma classe sem adicionar identificação. Ele pode ser traduzido com qualquer, alguém, algum, ou simplesmente um(a). [1]

Na passagem bíblica acima, esse pronome é ululante em nos ensinar que qualquer indivíduo pode ir a Jesus, pois todos os homens tem sede de Deus e carecem da Sua Glória (Rm 3:23).

Também há na Bíblia textos que ensinam que é possível qualquer indivíduo não nascer de novo, pois neles podemos encontrar o mesmo pronome indefinido, mostrando assim que não há uma classe específica que não pode ser salva: 

Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito não pode entrar no Reino de Deus. (Jo 3:5 ARC)

πεκρθηησος· μνμν λγωσοι, ἐὰνμ τις γεννηθ ξ δατος κα πνεματος, οδναται εσελθεν εςτν βασιλεαντοθεο. [2]


- Perseverança dos Santos -

Segundo a regra calvinista da Perseverança do Santos, todo aquele que crê em Cristo, jamais será impedido de entrar no Reino de Deus. Contudo, o o próprio Cristo disse que  os doutores da lei fizeram oposição aos que já estavam entrando no seu Reino. Vejamos:


Οαδμν, γραμματεςκαΦαρισαοι ποκριτα, τι κλεετε τν βασιλεαντν ορανν μπροσθεν τννθρπων• μεςγρ οκεσρχεσθεοδ τος εσερχομνους φετε εσελθεν.

Mas ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Pois que fechais aos homens o Reino dos céus; e nem vós entrais, nem deixais entrar aos que estão entrando. (Mt 23:13 ARC)


Οαμν τοςνομικος, τι ρατε τν κλεδα τςγνσεως• ατοοκ εσλθατε κα τος εσερχομνους κωλσατε. 

Ai de vós, doutores da lei, que tirastes a chave da ciência; vós mesmos não entrastes, e impedistes os que entravam. (Lc 11:52 ACF)


Ora, se estavam entrando, é porque eram pessoas salvas, pois segundo o calvinismo um condenado desde antes a fundação do mundo, não pode ter a oportunidade de entrar no Reino de Deus. Todavia, estas pessoas que estavam - entrando no Reino - foram impedidas pelos falsos doutores que eram especialistas em matar a fé dos eleitos (1Tm 4:1;2Pe 2:1).

Archibald Thomas Robertson fez o seguinte comentário acerca destes textos:

Pois que fechais aos homens o Reino dos céus (τι κλεετετν βασιλεαντν ορανν μπροσθεν). Em Lucas 11:52, os doutores da lei são acusados de manter a porta da casa do conhecimento fechada e tirar a chave para que eles e o povo permaneçam na ignorância. Pelo seu ensino, esses guardas do reino obscureceram o caminho para a vida. É um tragédia pensar que os pecadores e ensinadores do Reino de Deus podem trancar a porta para os que tentam entrar (τοςεσερχομνους), acusativo conativo particípio do depoente médio/passivo do presente masculino plural). Esses porteiros do reino batem a porta na cara das pessoas, estando eles mesmos do lado de fora onde permanecerão. Escondem a chave para impedir que outros entrem. [3] 

Tirastes a chave da ciência (τι ρατε τνκλεδα τςγνσεως·), primeiro indicativo ativo aoristo de αιρω. Mas esta éuma acusação de obscurantismo por parte destes escribas (doutores da lei), que eram professores ou rabinos do povo. Eles mesmos ατο se recusavam a entrar na casa da ciência, e aprender. Eles trancaram a porta e esconderam a chave para a casa da ciência, e impediram (κωλσατε, aoristo ativo efetivo) os que entravam (τος εσερχομνους, particípio presente, intermediário/ passivo, depoente, ação conativa). É a imagem mais digna de pena que se pode imaginar, os eclesiásticos cegos tentando conservar os outros tão cegos quanto eles mesmos eram, líderes cegos dos cegos, caindo na cova. 

Portanto, Cristo deu oportunidade de salvação a todos quantos queiram, mas cabe ao homem desejar crer e manter a sua salvação que é mediante a misericórdia dEle uma vez que sozinhos nada podemos fazer por nós senão por Ele, pois na proporção que a salvação é adquirida é também perdida por causa do Livre-Arbítrio dado ao homem por Deus. [4]. Logo, fato de qualquer pessoa poder entrar no Reino de Deus, não garante sua permanência.

E para finalizar, é importante salientar o que os calvinistas de 5 pontos dizem acerca do desmoronamento de um dos pontos aqui apresentados:

“Prove que um deles é falso e todo o sistema deve ser abandonado.” (Boettner, Predestination, p. 59).

“Admitido qualquer um destes cinco pontos, o resto deve seguir inevitavelmente; negue qualquer um deles e toda a estrutura é colocada em perigo. Alguém não pode satisfatoriamente defender alguns pontos mas não os outros.”(Custance, p. 71).

“Estas cinco doutrinas formam um todo harmonioso. Nenhum deles pode ser alterado sem causar desarmonia ao todo e confusão quanto a como os homens realmente são salvos.” (Wilson, Atonement, p. 1).[5]

Bibliografia:
[1]WALLACE. Daniel B. Gramática Grega. P. 347. EBR.
[2] BIBLEWORKS9.
[3] ROBERTSON, A.T. Comentário  de Mateus & Marcos. 2012. P. 255. CPAD.
[4] ROBERTSON, A.T. Comentário  de Lucas. 2013. P. 227. CPAD.
[5] VANCE, Laurence. M. O Outro Lado do Calvinismo. P.170. pdf.

Fonte: http://apologia7biblica.blogspot.com.br/
A pessoa de Cristo (1) A.W. Tozer (3) aborto (1) Abraão (2) adventismo (2) adversário (1) Ágape (1) Agostinho (2) águas (1) Albânia (1) Além da Letra (2) alforria (1) aliança (1) Amor (1) Anjos (1) Antigo testamento (1) Antonio Gilberto (2) apocalipse (3) apologética (2) apostasia (1) arminianismo (5) Arrebatamento (2) arrependimento (1) Àsia (1) Ásia Central (1) Assembléia de Deus (2) Auschwitz (1) autoridade (1) Auxílio ao Obreiro (1) avião (1) batatas (1) Batismo com Espirito Santo (2) batismo com Espírito Santo (1) batismo infantil (1) batismo no Espirito Santo (1) BBC (1) bebida alcoólica (2) Ben Gurion (1) Bençãos (1) besta (1) bíblia sagrada (2) Bíblia x Ciência (1) Biblicamente (2) bibliologia (1) Billy Graham (1) Blog Belverede (1) bois (1) brecha (1) Brenda B. Colijn (1) Bruno Rocha (1) calvário (1) CALVINISMO (25) calvinistas (1) Calvino (4) cananeus (1) carpinteiro (1) carta (1) carta de Judas (1) casamento (1) Castellion (1) certo (1) cerveja (1) cessacionismo (4) Ciro Zibordi (12) clamor (1) Claudionor de Andrade (2) colheita (1) comportamento (5) confraria pentecostal (1) Conhecimento (1) continuismo (1) conversão (1) convite (2) Corpo de Cristo (1) CPAD (1) cristãos (1) cristianismo (3) cruz (1) Daladier Lima (3) Dan Corner (1) Daniel Santos (31) Dave Hunt (2) Davi (1) David Botelho (5) David Cloud (1) Deus Conosco (1) devocional (6) diaconisas (1) diálogo (1) dizimo (1) dízimo (2) domingo (1) Dons Espirituais (13) Douglas Batista (1) Doutrina Pentecostal (1) Doxologia (1) eleição (3) Elias (1) Elisabeth I (1) Eliseu Antonio Gomes (1) Eliseu Gomes (2) enganador (1) ensino (1) equívocos religiosos (2) errado (1) erudição (1) escórias (1) escravatura (4) Esmirna (2) estudos de domingo (1) eternidade (1) ética cristã (1) EUA (1) evangelho (5) evangelicalismo (1) evangelismo (1) exegese (1) Experiência (1) expressões idiomáticas (1) família (4) família Cristã (3) fariseus (1) (2) felicidade (1) Festa da dedicação (1) ficção (1) filmes (1) filosofia (4) fim (1) Flip Benham (1) fonte (2) fortalecimento (1) fundidor (1) Gálatas (1) graça (4) grupo de estudos (1) Gunnar Vingren (1) Habacuc (1) herege (1) heresia (4) heresias (2) Hernandes Lopes (1) história (3) história eclesiástica (3) igreja (4) igreja brasileira (3) Igreja Fiel (4) igreja primitiva (1) Imael Brito (1) imperialismo (1) Inglaterra (1) interpretação (3) investigação (4) Isaías (2) Islamismo (1) Israel (4) Jerusalém (1) João Cruzué (1) Josenilson Félix (8) Jourdon Anderson (1) jugo desigual (1) juízo (1) Julgamento (2) Keith Coward (1) Kelem Gaspar (1) leitura (1) leões (1) liberalismo teológico (1) linguagem cristã (1) Línguas estranhas (4) livramento (1) livre-arbítrio (11) livro da vida (1) Luciano Subirá (2) Lutero (4) maçã (1) madrugada (2) Marcelo Lyrio (3) Marco Elias (37) marxismo (1) matrimônio (1) Max Lucado (1) Melquisedeque (2) Menno Simons (1) milagre (2) ministério (2) ministério feminino (2) missionários (1) missões (10) missões transculturais (1) mitos (1) Moisés (1) morte de Cristo (2) mulher (1) mulheres (2) Mundanismo (2) muro (1) Natal (2) nazismo (1) Nietzsche (1) noiva (1) Norman Geisler (2) Noruega (1) novo testamento (2) Obreiro Aprovado (1) Oração (5) Oriente Médio (1) ovelha (1) Palavra (3) palavra revelada (5) palha (1) pão (1) parlamento (1) pastor (1) pastores (1) Paulo Junior (1) paz (1) Pecado (2) pedobatismo (1) peixe (1) pentecostais (2) Pentecostalismo (3) perdão (1) perseguição (1) perseguições (1) personagens (1) piedade (1) pobre (1) prata (1) Predestinação (7) pregação expositiva (3) pregadores (1) Pródigo (1) Profecia (6) profecias (1) Promessas (1) questionamentos (5) razão (1) razão humana (2) recenseamento (1) Reforma Protestante (5) refugiados (1) Relacionamento (1) religião (1) religiosidade (1) remédio (1) renovados (1) repreensão (1) retórica (1) revelação (8) rico (1) sábado (2) sabedoria (1) sacerdote (1) sacrifício de Jesus (2) salmos (2) Salvação (13) Samoa (1) Sandro L. Oliveira (1) sangue de Jesus (2) santidade (1) Santificação (1) satélite (1) século XX (1) Século XXI (1) serpente (1) Silas Daniel (1) simplicidade (1) sinais (1) sinais do fim (1) Sinédrio (1) soberania de Deus (2) Sofia Müller (1) sola scriptura (1) soldado (1) soteriologia (6) Spurgeon (3) Susanna Wesley (1) Templo (1) Teologia (11) Teologia Pentecostal (1) terrorismo (1) terroristas (2) testemunho (1) Tiago Rosas (4) titanic (1) Tony Sousa (2) trigo (1) Vale (1) verdade (1) Versículos Bíblicos (1) vida (1) vida cristã (12) vídeo (2) vídeos (1) vinha (2) vinho (1) visão (1) whatsapp (1)